Aline Campbell - deitada na estrada

Aline Campbell, mostra na prática que dá pra viajar pelo mundo sem gastar nada!

ATITUDE

Vamos lá!! Ela tem 24 anos, é artista plástica e seu projeto foi viajar sozinha e, por opção, sem grana nenhuma pela Europa. Aline Campbell pegou um avião do Rio de Janeiro até Amsterdã, levando em uma mão apenas uma mala e na outra a sua passagem de volta. Então iniciou sua aventura!
Fez Couchsurfing para se abrigar, pegou caronas (sim, foram mais de 50 caronas!) e percorreu 14 países da Europa em 92 dias.

Como artista ela retribuiu algumas pessoas que a ajudaram presenteando com suas obras (arte com linhas em quadros). Esteve em lugares lindos, feios, elegantes, simples, refinados, pobres, conheceu todos o tipo de gente e classe social. As pessoas que a ajudaram compartilharam seus alimentos e parece que em oposição ao que se pensa, adoraram ajudar! E assim, contando com a solidariedade das pessoas, deu certo!! Muito certo!! O que ela trouxe de volta foi muito além das fantásticas experiências vividas, das emoções sentidas e as amizades conquistadas. Aline trouxe alimento para o seu projeto que tem um ideal, que nos convida a pensar… e a nos questionar sobre diversos aspectos, essencialmente sobre, o medo de viajar!

Aline Campbel -  Campo

 

O IDEAL DO PROJETO

O grande lance vai além do fato de ela ter se jogado com a cara e a coragem no mundo, e ter viajado pra caramba pela Europa sem um centavo. Para conseguir concretizar um projeto assim, muitos paradigmas devem ser transformados em pó. A parte mais tocante de tudo isso é que o projeto tem como ideal mostrar que devemos acreditar nas pessoas!! Em tudo que li e assisti sobre ela, seu propósito foi repetido e é encantador, estimulante e libertador.

Ela é uma moça, jovem, bonita, brasileira, descolada, e deve ter ouvido milhões de conselhos desestimuladores, incentivando a não fazer uma loucura destas. Eu, mesmo adorando muito a ideia, só de imaginar contar que vou fazer algo assim, já ouço todos desesperados me falando de todas as coisas ruins que pode acontecer comigo. Então, de certa forma, já até me influenciei: pronto, desisti! Desisti sem nem ter começado!! É isso, isso o que acontece com quase todo mundo. Influenciadas por tudo o que ouvem, as pessoas acabam acreditando que as coisas são muito difíceis e se enfiam numa casca (ou uma casa) confortável e segura, onde existe tudo o que é preciso. Sair dali dá muito trabalho, e ainda é perigoso! Sinceramente, quantas vezes você já deixou de viajar (aqui pelo Brasil mesmo), por estar sem dinheiro?? A gente acha que precisa de muito mais do que realmente precisamos. Essa ideia, foi fixada numa parte profunda dos nossos pensamentos, e pra mudar isso é necessário acessar lá e abrir a mente. A Aline teria vivido situações desastrosas se as coisas fossem mesmo tão duras. Provavelmnte, nem teria saído de casa se tivesse se deixado influenciar pelo pensamento comum.

Agora ela está em outra trip, mas dessa vez no Brasil, de carona e acompanhada de um cachorro Weimaraner…  MUITO bom Aline!! Sua experiencia me motiva demais para o meu mochilão no ano que vem!! Virou minha inspiração…

Aline na Torre Eiffel

Aline na Torre Eiffel

 

VIAJAR BEM E BARATO

Uma das minhas funções como especialista em viajar BEM e BARATO é exatamente mostrar  pras pessoas que é isso possível!! Quando digo que o pensamento comum é de que não dá, que é muito difícil, eu me incluo! Ou melhor, me incluí a vida toda… Em algum momento de frustração por não fazer algo que eu gostaria muito (VIAJAR, uhuu!!) comecei a ver muitos exemplos de pessoas que, com muito menos, fizeram tudo o que eu gostaria de fazer. Quando comecei meus estudos sobre viagens (baratas, claro!), pude ver o quanto estive enganada por tanto tempo e quantas viagens eu perdi. Já falamos aqui sobre as principais formas que a Aline usou para poder fazer sua EuroTrip, como o couchsurfing e caronas, e tem outros que ela poderia ter feito, como fazenda orgânica que você consegue hospedagem e alimentação (às vezes até uma ajuda de custo), onde for e está espalhado por todo o mundo. Pensando no exemplo da Aline, claro que nem todo mundo deve se dispôr a algo tão radical. Isso é gosto e é muito particular. Mas, se ela fez tudo sem dinheiro nenhum, porque com pouco dinheiro você também não pode fazer a sua viagem do seu jeito, com menos aventura, como preferir?

Aqui vou postar matérias sobre as mais diversas formas de viajar barato. Vamos compartilhar informações, dicas, e mostrar que não devemos deixar de fazer as coisas! Sempre dá, é só querer, se programar que dá!

Aqui tem mais 10 formas de viajar pagando pouco ou de graça. Confira!!

Segue um vídeo dessa mulher de atitude respondendo algumas perguntas e falando um pouco de como foi o processo da viagem.

 

  • Pingback: Hostel – ótima opção de economizar e conhecer gente nova. Aí vão algumas dicas — Viagem BOA e BARATA()

  • alves

    Menina corajosa esse e m sonho

    • Demais!! Mas ela está certa, a vida é uma só! E como ela mesma diz, o mundo muito menos perigoso do que se pensa!
      🙂

  • Gisela Gonzaga

    Gostei da iniciativa e me identifico muito.
    Uma curiosidade que tive: como falou com as pessoas do couchsurfing durante a viagem para conseguir teto? Internet no telefone?

    • PorquerHojeNão???

      nossa 2 anos nem sei você vai ler isso bom cochsurfing e internet um site aonde você bota local quer ir vala com pessoa residente do local podendo ficar 1 dia até 15 dias sem gastar nada claro depende de você tbm gosto e etc……..

  • José Bruno Brigido

    Tem que fazer isso mesmo,a coragem leva a liberdade que resulta na felicidade que tanto queremos,isso e na vida do dia a dia ou em uma viagem,logo logo estarei no meu mochilão